E O PANTANAL ESTAVA LÁ NO CINE PE

O curta metragem “História Sem Fim…do rio Paraguai – o Relatório”, enfrentou um grande desafio diante do público do Cine Guararapes, no CINE PE – Festival do Audiovisual, em Recife, concorrendo com outros 32 curtas ao troféu Calunga. O filme mato-grossense foi apresentado no mesmo dia do grande vencedor do Festival. O longa “Do Luto a Luta”, sobre síndrome de Down, de Evaldo Mocarzel levou 7 prêmios (melhor longa, documentário, juri popular, direção, montagem fotografia e crítica).

CURTAS

Os pernambucanos foram ao delírio na exibição do curta “O Mundo é uma Cabeça”, de Cláudio Barroso e Bidu Queiroz sobre Chico Science e o mangue beat. Rodado há nove anos, com cenas inéditas do principal protagonista do movimento, o filme provocou uma catarse na platéia.

Depois do intervalo chegou a hora da apresentação feita pelos diretores dos últimos três filmes da noite: “História Sem Fim… do rio Paraguai”, “A Idade do Homem”, de Afonso Nunes e o longa “ Do Luto a Luta”.

MATO GROSSO SOBE AO PALCO

Quando a apresentadora anunciou nosso curta, cometeu um engano que já vinha acontecendo desde a inscrição do filme no festival. Como meu atual endereço é no Rio de Janeiro, consideraram que o documentário era carioca. Pedi para corrigirem a informação, que veio correta no catálogo do evento. Mas, diante das aproximadamente 2.500 pessoas presentes, o filme foi apresentado, novamente, como uma produção do Rio de Janeiro.

Graças a Jota Alves e sua campanha para valorizar os símbolos mato-grossenses, realizada nos anos 80, tenho uma bandeira de Mato Grosso. Foi com ela nas mãos que subi no palco do Cine Guararapes. Disposta a explicar para aquele mundão de gente o que era estar ali representando Mato Grosso e mostrar o resultado do enorme esforço que foi para todos os que colaboraram com o projeto leva-lo para aquela imensa tela daquele cinema.

Comecei lá atrás, falando da divisão do estado, na década de 70, dos migrantes como eu que foram a maio parte da população até que se formasse um nova geração de mato-grossenses.

Da  importância de darmos visibilidade à nossa identidade cultural. Preservando e valorizando a cultura local. Falei do Pantanal, parte pulsante de nossa alma regional. Referência e orgulho dos dois estados que o compõe.
Junto a bandeira, na bancada, estendi uma faixa pantaneira e olhando suas tramas foi que consegui ordenar minhas idéias, agradecer e lembrar, através daqueles símbolos, de todos os que deveriam estar junto comigo naquele palco, participando daquele momento.

Terminei dizendo que a alegria e a receptividade daquela platéia ao curta sobre Chico Science e as outras produções locais (8 no total) era uma manifestação do respeito que eles demostravam pela arte e a cultura pernambucana e esse exemplo de amor deveria ser seguido pelo país afora.

A PREMIAÇÃO

História Sem Fim… do Rio Paraguai não está na lista oficial dos vencedores do CINE PE. Foram merecidamente premiados filmes como “Vinil Verde”, de Kléber Mendonça Filho e “Da Janela do Meu Quarto”, de Cao Guimarães, ambos selecionados para Cannes. Seu prêmio, foi o aplauso caloroso do público, após a exibição. Aplausos vindos daquela que é, certamente, a maior platéia que o filme terá no Brasil. Foi uma excelente maneira de iniciar a carreira do curta metragem, tendo a honra de representar uma região brasileira tão especial.

NOVA ROTA: DIREÇÃO CORUMBÁ

Nossa próxima parada será no 2º Festival América do Sul, entre 21 e 28 de maio, em Corumbá. Lá as sensações serão muito diferentes. A Expedição percorreu 730 km pelo Rio Paraguai, entre Cáceres e Corumbá, o que significa que poderemos reencontrar e reunir pantaneiros que participaram do documentário.

Mas esta, será outra parte da história…

Até lá!

*Fotos de Sérgio Lobo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s