Redentor na Apoteose do Studio@delcueto #quemsambasabe

Redentor na Apoteose do Studio@delcueto #colab55

Ainda da pista do Sambódromo vem a inspiração para a segunda coleção da temporada de folia 2018 no  Studio@delcueto.

A arte de Redentor na Apoteose reinterpreta  o que precisamos no momento que a festa atravessa nessa (dura) etapa do processo de sua evolução: a integração entre a Cidade Maravilhosa e sua maior representação popular, o carnaval.

O Rio de Janeiro é representado por seu ícone, eleito umas da 7 Maravilhas do Mundo Moderno,  o Cristo Redentor.

Nossa festa está sintetizada num objeto de desejo do povo do samba, o monumento situado no final da pista de desfile do Sambódromo, o Arco da Apoteose. A união dos dois símbolos numa única imagem só é possível num local.

E ele, só #quemsambasabe onde fica…

Cristo e a folia

Esta não é a primeira coleção de Valéria del Cueto que homenageia o Cristo Redentor. Redentor na Apoteose une duas linhas de inspiração do Studio@delcueto.

É parte do grupo formado pelos Cristos Azul, Verde e branco e Verde e rosa. Também está na linha foliã, composta por MEIO, do verão de 2018,  a Confete verde e rosa e as torcidas: Bandeiras vermelha e branca, azul e branca e verde e rosa, criadas na temporada de 2017.

Origem: Entre os arcos da Apoteose, o Cristo Redentor

 

Um ponto, um momento e a certeza da presença. Só quem está na pista ou nas arquibancadas, num certo ponto do Sambódromo do Rio de Janeiro, a Passarela do Samba Darcy Ribeiro, na Marquês de Sapucaí, é capaz de ter essa visão. O Cristo Redentor, no alto do Corcovado, emoldurado por um dos arcos da obra escultural de Oscar Niemeyer, a Apoteose do Samba.

A imagem original da coleção Redentor na Apoteose foi feita no sábado das Campeãs do Carnaval 2017, dia 4 de março. Quer, dizer, no amanhecer do dia 5. A Portela foi a última escola a desfilar, comemorando seu título de Campeã do Grupo Especial. Como essa parte do acervo ainda não foi editada, deixo aqui o link do álbum Portela, carnaval 2017, ensaio técnico produzido no Sambódro, dia 12 de fevereiro de 2017 .

Concepção

Mais uma imagem resumida nas linhas básicas e ao contorno do registro fotográfico valorizando os dois elementos principais do quadro.  Em algumas peças foi mantido o tom do amanhecer ao fundo. Em outras, os elementos foram vazados e o guindaste do Carvalhão, tão significativo e representativo para quem está na pista, eliminado. Em nome da limpeza visual do recorte.

Estar nesse ponto da Sapucaí e alcançar essa visão significa que a missão está cumprida. Só resta agora torcer para voltar para desfilar no sábado sa Campeãs, ou aguardar até o ano seguinte…

#quemsambasabe é a nossa hashtag das coleções carnavalescas do Studio@delcueto. Na Colab55, o hub brasileiro de nossos produtos, segue sendo #coisadorio

E tem mais, se seu estilo é de poucas linhas e quase nenhuma palavra. Conheça as coleções Bamboo e Signal disponíveis para vendas internacionais pela plataforma redbubble. Novos produtos e muitas opções exclusivas.

Detalhe: o #redbubble oferece mais de 50 opções de produtos!

Explore nosso novo canal de vendas, clicando AQUI e de qualquer lugar do mundo tenha a seu alcance produtos exclusivos do Studio@delcueto desenvolvidos dos registros fotográficos de Valéria del Cueto

 No Getty Images

Imagens produzidas estão na coleção Sem Fim… de Valéria del Cueto no Getty ImagesExclusivas do banco de imagens, elas também estão a venda!

Conheça também o hub na #colab55 do  Studio@delcueto

Curta e compartilhe @delcueto.studio  no Facebook e no Instagram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s