Quase no escuro

Quase no escuro Texto e foto de Valéria del Cueto Cronista amiga. Perdi a lua. Segui a rua que não tem mais fim. É assim que a banda toca. Desafinada e crua. Mais nua que a fresta da janela gradeada da sua cela. A que te observa, sem luz ou energia. Sinto muito pela ausência, […]

A arte de “realizar”

A arte de “realizar” Texto e foto de Valéria del Cueto Se alguém me dissesse que estaria olimpicamente escrevinhando no caderninho numa segunda-feira chuvosa, em plena agência bancária esperando as quinze pessoas que estão na frente para ser atendida em um dos caixas? Diria que, sem dúvida, isso é um delírio. Igual aos da cronista […]

Falando nela

Falando nela Texto e foto de Valéria del Cueto Saí pensando nela, uma crônica da janela. Porque só dela (e nem sempre) é possível olhar a vida passar em relativa, mas não absoluta segurança. Para quem se distrai desenhando letras, imaginando sóis, reflexos e silhuetas, desligada do entorno pulando de ideias sem prestar atenção no […]

Luz de outono em Ipanema

  Luz de outono em Ipanema Março está chegando no final. Além de conferir no calendário dá para ver as mudanças na luz do Arpoador e na paisagem registrada no caminho até o posto 9, em Ipanema, no Rio de Janeiro. Apesar do mesmo cenário explorado, existem sutis diferenças entre este e o ensaio apresentado […]

Quase parando

Quase parando Texto e foto de Valéria del Cueto Já tentei de um tudo para voltar á normalidade semanal na escrevinhação. Sem muito sucesso… É a vontade de continuar firme e forte no propósito que me traz até aqui, numa parte importante de como tudo começou. Várias partes aliás, menos aquela que responde a uma […]

Zona Geral

Zona geral Texto e foto de Valéria del Cueto Ela chegou, passou, e veio outra frente fria para desfilar o guarda roupa de inverno pelas ruas brasileiras das cidades das regiões sul, sudeste e centro-oeste, pelo menos. Começar a crônica falando do tempo pode ser pura enrolação em busca da linha da pipa do pensamento que […]

Canto pros santos do meu canto

Canto pros santos do meu canto Texto e foto de Valéria del Cueto Acordar ouvindo a gritaria da passarada na janela enorme a sombra das borboletas de metal que dançam ao vento presas no entorno da não parede transparente. O pulo da cama é para tomar um copo de água fresca e fazer a ginástica diária […]

É sério?

É sério? Texto e foto de Valéria del Cueto É praia, é mar, é dia, é Rio. Tudo substantivo perfeito se não fossem… os adjetivos que acompanham. É praia “chocha”, é mar gelado, é dia nublado. É Rio… Só rindo para sobreviver. Sorte que sempre há razões para ele, o riso… No meio a tantos […]

Recado poético

Recado poético Texto e foto de Valéria del Cueto Todos os requisitos necessários para o bom andamento dessa fábula fabulosa estão aqui representados. O checklist de Pluct, Plact, o Mercúrio extraterrestre, mensageiro da cronista voluntariamente enclausurada, está completo. Divide-se em itens básicos, circunstanciais e os “extraplus”, aqueles especiais. Vamos ao básico: um sol de verão na […]