Galinha morta

Galinha morta Texto e foto de Valéria del Cueto Não andou de diligência, mas passeou de carroça e trem com banco de madeira. Atravessou São Paulo de Bauru a Campo Grande, desembarcou em Aquidauana e tomou trecho de estradas sem asfalto até Ponta Porã. Imagine cair em Pedro Juan Caballero: dois países e uma linha, […]

RAZÕES PARA VOLTAR

De Valéria del Cueto Agosto de 2005 Amigos. Sei que tem gente que pensa que fazer cinema, viajar com cinema, viver de cinema é uma vida mágica. Reconheço que existem momentos mágicos. Como poder ver gente das mais diversas localidades do país saboreando nossa produção, gente ávida de informações sobre como são e como vivem […]