Carnaval 2022, igual não vai ser!

Carnaval 2022, igual não vai ser!

Nem aos que passaram, nem ao último que não chegou.

Texto e fotos de Valéria del Cueto

Seguimos sem blocos nas ruas e desfiles das escolas de samba na Sapucaí. Em compensação…

2022, O ANO DA INDEFINIÇÃO  

Novela é pouco para descrever o conjunto da obra que se desenhou nesse início de 2022 na história do carnaval no Brasil e, especialmente, no Rio de Janeiro. Depois de sobreviver heroicamente aos 4 anos do ex-prefeito Marcelo Crivella, veio a pandemia. Tudo cancelado. E ela ainda persiste! Com vacina, na base do seja o que Deus quiser.

Nos capítulos anteriores o Réveillon, festa tradicional no calendário turístico carioca, chegou a ser cancelado. Isso, antes do prefeito Eduardo Paes voltar atrás e a cidade receber de braços abertos turistas do Brasil e do mundo.

A variante Ômicron batia na porta. Chegou, se instalou e provocou aglomerações extras nos postos de testagens e vacinação, além de aumentar a procura nos hospitais públicos e particulares no primeiro mês do ano.

No início de janeiro o cancelamento do carnaval de rua já era um sinal de que podia pegar para o desfile das Escolas de Samba do Rio.

Não deu outra. Um dia depois do feriado de 20 de janeiro em homenagem ao padroeiro da cidade, São Sebastião, o prefeito Eduardo Paes, após uma reunião relâmpago e inesperada (o martelo seria batido no dia 24) com seu colega de São Paulo, anunciou o cancelamento do maior espetáculo popular do planeta para evitar o “risco reputacional”, como explicou no programa Roda Viva, da TV Cultura.

Mas só. O resto? Não sendo blocos e desfiles está liberado. Festas, eventos… Então, esse ano não vai ser igual a nenhum outro que passou.

E vamos às novas.

Diagramação Edson Xavier
RIO CARNAVAL – nova marca, novo formato

A novidade da temporada é a Abertura Rio Carnaval, na Cidade do Samba, nos dias 26 e 27 de fevereiro. A nova marca/conceito Rio Carnaval será implementada   festivamente na prévia, organizada pela Liesa, do que acontecerá nos aguardados desfiles carnavalescos anuais da Marquês de Sapucaí transferidos para o feriado de Tiradentes, em abril.

NOVO FORMATO

O roteiro do espetáculo começa no palco central. Milton Cunha receberá as escolas de samba do Grupo Especial (ordem dos desfiles nos destaques) apresentando um “combo” com direito a, no máximo, 20 minutos de sambas antigos e esquenta no palco. O samba desse ano será puxado pelos componentes do carro de som conduzido pelo mestre e sua bateria, claro, com sua rainha. A comissão de frente, casal de mestre-sala e porta-bandeira, representantes de segmentos como passistas, musas e baianas comporão o pocket desfile de carnaval. As agremiações terão 50 minutos para a performance no palco e percorrer a pista do complexo dos barracões.

Cá entre nós, será um piloto para a Rede Globo do tamanho que ela gostaria que fosse a transmissão carnavalesca de cada agremiação. Foi fácil resolver a equação. Bastou reduzir de 4 mil para 160 o número de componentes por escola e tirar as alegorias.

Para esquentar as noites têm convidados especiais na abertura. Num dia, o Cacique de Ramos, no outro, o Cordão do Bola Preta. Também tem DJ “para agitar os convidados no intervalo”.

COMO ACOMPANHAR

A FM O Dia é a rádio oficial do evento. Segundo os organizadores não haverá transmissão ao vivo para a TV.

As redes sociais poderão ser, mais uma vez, um fenômeno na distribuição de imagens para o público, ávido do imaginário do carnaval carioca.

A Rádio Arquibancada também estará no ar! também estará no ar!

À LIGA RJ, O CRÉDITO DA INICIATIVA

Quem colocou o ovo do mini desfile na pista da Cidade do Samba em pé foi a Liga RJ, que congrega as escolas do chamado Grupo Ouro, o acesso. Ela utilizou o formato inédito na festa de lançamento do CD dos seus sambas em dezembro. A brincadeira deu certo. Era uma festa para um público restrito. E não o carnaval.

OUTRAS OPÇÕES

As festas se espalham pela cidade em diferentes formatos. As próprias agremiações farão eventos em suas quadras procurando se capitalizar e atender suas comunidades dentro das novas normas.

Até segunda ordem, nas ruas não pode nada. Já em ambientes restritos e “controlados”, não há limitações. O que não impediu a saída no último domingo do Bloco “Não Adianta Ficar Putin”, no centro da cidade, logo dispersado pela Guarda Municipal

A cidade está cheia, repleta de visitantes que, em sua maioria quase absoluta, dispensa o uso de máscaras e não respeita as orientações de não aglomerar.

Fazer o que? É carnaval no Rio de Janeiro…

SERVIÇO – Rio Carnaval

Abertura dos portões às 19 horas. Ingressos nas agência de viagem, pelo site já estão esgotados individuais e camarotes para os dois dias, 26 e 27/02.

Como nos demais (e são muitos) eventos que acontecerão no Rio de janeiro no período do carnaval, a Liesa avisa que será seguido o protocolo sanitário, sendo necessária a apresentação do comprovante de vacinação para acesso e permanência na Cidade do Samba.

Programação 26 e 27/02:

SABADO 26/02 – IMPERATRIZ / SÃO CLEMENTE / VILA ISABEL / PORTELA / SALGUEIRO / BEIJA-FLOR

DOMINGO 27/02 – TUIUTI / TIJUCA / MANGUEIRA / MOCIDADE / GRANDE RIO / VIRADOURO

*Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Da série “É carnaval”, do SEM   FIM…  delcueto.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.