Mangueira carnaval 2017, ensaio técnico

et-mang-170219-333-ala-passistas-geral-boa

Mangueira ensaio técnico, carnaval 2017

Mangueira ensaio técnico para o carnaval, no Sambódromo Darci Ribeiro, Marques de Sapucaí, Centro do Rio de Janeiro, Brasil, domingo, 19 de fevereiro de 2017.

Neste carnaval a campeã do carnaval 2016 apresentará o enredo “Só com a ajuda do santo”, do carnavalesco Leandro Vieira.

Como sempre, esse não é um registro fotográfico igual ao desenvolvido para as outras agremiações. A Bateria da Mangueira merece, há vários anos, um olhar especial para a realização de um projeto de fôlego. Lá se vão alguns muitos carnavais de um trabalho minucioso.

Bateria da Mangueira, tem que respeitar…

A narrativa começa na concentração. Mostra a chegada dos ritmistas, a preparação do grid dos instrumentos no asfalto, a reunião dos Mestres e diretores, a chamada dos ritmistas, a oração e, finalmente a montagem da bateria. Com ela, entro na Armação, registro a emoção dos torcedores no setor 1, a ida até o setor 3, a apresentação para as torcidas mangueirenses e a entrada no primeiro recuo de bateria.

De lá, a corrida inicial pra fazer a “cabeça” da escola: a apresentação da Comissão de Frente, do casal de Mestre-sala e Porta-Bandeira, além de umas poucas, pela segunda cabine de jurados (esse ano a pista ficou mais “curta” com um ponto de apresentação a menos).

Vou me adiantando  acompanhando a escola e fazendo registros de alas e setores pelo lado oposto ao das cabines de jurados. Depois, uma corrida por trás das frisas e camarotes e subo para a torre…

Só dá para fazer novamente o início da escola desse ponto privilegiado, descer e correr de novo para a pista, mostrando as demais características da verde e rosa, a caminho do ponto de encontro com a bateria no segundo recuo.

Aí, “colo” na frente dos ritmistas até a passagem pela torre…  E “caio dentro” para registrar o final da passagem pelos setores populares, a entrada na dispersão,  a emoção dos Meninos da Mangueira aos pés do arco da Apoteose de Oscar Niemeyer.

Visões variadas, diferentes linguagens

Para isso mudo, inclusive, a forma de fotografar. A luz é totalmente diferente nas várias etapas do trabalho, assim como as vibes e energias. O fim do percurso é a liberação.

Nessa hora vale as sensações. Não tem quadro limpo. A alegria é assim, meio confusa. A deles e a minha. Porque, apesar de ainda ter muito trabalho pela frente,  me sinto tão vitoriosa quanto qualquer ritmista.

Feliz da vida por fazer parte dessa festa e poder guardar dela o que vi de melhor! Espero que gostem do resultado.

O ensaio fotográfico  é de Valéria del Cueto

Clique AQUI,  para ver o ensaio completo no Flickr
Mangueira carnaval 2017, ensaio técnico
A escola é a última agremiação a desfilar na noite de segunda-feira, 27 de fevereiro. A verde e rosa fecha as apresentações do Grupo Especial do carnaval carioca de 2017

Informações sobre a Gres Estação Primeira de Mangueira

ET Mang 170219 448 Bateria ritmistas Mestre Rodrigo Explosão Rainha Evelyn Bastos boa
Agradecimentos à Riotur e Liesa

Para mais informações curta a página no facebook Carnevale di Rio

@no_rumo do Sem Fim… delcueto.wordpress.com
@delcueto para carnevalerio.com

Explore nosso design fotográfico no Studio @delcueto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s