Fronteiras da força

Uruguai 151106 044.jpg beira rio delirioFronteiras da força

Texto e fotos de Valéria del Cueto

A lua era tua! Hás de convir que vê-la por onde o sol nasce quadrado não é lá muito animador. Para uns, uma tragédia. Para outros – poucos esses -, uma opção conscientemente sábia.

“O mundo está assim, levando tudo para o lado pior. Cambando a vida para a beira do barranco, deixando a lama correr solta: sem chance de reduzir, amenizar, afagar. E quando não é lá, é cá”.

Singelos exercícios filosóficos transparecem no texto digitado por Pluct, Plact, o alienígena já quase humano. Ele segue tentando recolher energia para um impulso toín,óin,óin que o devolva para o espaço interplanetário a que de direito pertence. Mas… Ainda não será dessa vez que ultrapassará a camada de ozônio, cada vez mais pesada, reflexo das energias circulantes, dominantes e reinantes.

Não, caros amigos, ele não tem a menor ideia de como suas palavras alcançarão a cronista enclausurada.  Talvez nunca. Ela se recusa a manter qualquer contato com o mundo exterior. Trancou-se em seu espaço no outro lado do túnel. Jogou a chave fora, por entre as barras da janela antiga. Avisou a lua que numa certa época do ano não poderá saudá-la por seu exíguo, mas suficiente, quadradinho de luz. Melhor para ela. Só alimento para o corpo. Para a alma, evita-se perturbações. Portanto, nada de tudo.

Não há justificativa plausível para os últimos acontecimentos. Muitos últimos. Que num jogo entre a França e a Alemanha, em Paris, seria o princípio de uma carnificina religiosa, estopim para a violência em vários continentes do planeta. Que no Brasil um desastre ambiental sem precedentes exporia a incompetência e a paralisia geral diante de prioridades equivocadas. De Mariana aos Abrolhos os detritos tóxicos que desceram pelo Rio Doce transformam a paisagem e apontam a sucessão de falhas e a incompetência para lidar com as consequências do rompimento das barragens físicas e morais, em Minas.

Na Argentina, uma novidade eleitoral: a vitória apertadíssima de Macri, o novo presidente é oposição ao governo anterior.  Na Venezuela, um representante da oposição é abatido num comício. Pensem no clima. No Mercosul fronteiras abertas…

E como se não bastasse, depois de dar o bote no homem do Passe Livre (não, não o futebol, querida, o fazendeiro de Mato Grosso do Sul, chapa do Lula), num desdobramento da operação Lava Jato, acordamos no meio da semana com o Senado visitado pela Polícia Federal que apreendeu documentos e numa ação inesperada, prendeu o senador Líder do Governo e presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, Senador Delcídio Amaral. Além dele, também foi parar no xilindró André Esteves, um banqueiro bilionário.  A ordem de prisão veio e foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal. Os desdobramentos proporcionaram uma aula intensiva de processo congressual a quem acompanhou a sessão do Senado que decidia como seria a votação (voto aberto ou secreto) e qual a posição dos pares da augusta casa em relação a autorização necessária para que o apreendido assim permanecesse. Foi um barata voa. Elas ainda passeiam pelos espaço aéreo. Por enquanto livres, leves e soltas. Mas não circulam mais pelo espaço telefônico, meio pelo qual o peixe mordeu a isca e, mais um, acabou morrendo pela boca.

Fui, amiga. Meu processador perde potência! Só um banho de sal grosso e lua para depurar essa energia.

Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Crônica da série “Fábulas Fabulosas” do Sem Fim…

E3- ILUSTRADO - SABADO 28-11-2015

Edição Enock Cavalcanti

Diagramação Nei Ferraz Melo

Anúncios

Um comentário sobre “Fronteiras da força

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s