Designers de Offenbach exploram a Cidade do Samba

Offenbach 141105 019 Cidade do samba Petra Peter Werner bonde da Alegria

Texto aqui e mais fotos  de Valéria del Cueto da visita no site carnevalerio.com

A Semana Design Rio que está agitando o final de semana no Rio de Janeiro. Foi no “IED – Mostra sua cara”, um evento paralelo que, para matar minha curiosidade sobre a “Exposição Lixo e Luxo”, acabei embarcando num desafio para lá de prazeroso.

O IED é o Instituto Europeu de Design, agora com um braço brasileiro no antigo Cassino da Urca e, em parceria com o Design na Praça, projeto da designer Angela Carvalho, apresentava a exposição composta de trabalhos de alunos da Universidade de Offenbach.

O que atraiu minha atenção no trabalho da universidade alemã foi justamente o título. No primeiro semestre publiquei um texto sobre lixo, descarte e reaproveitamento dos materiais das Escolas de Samba. O título do  artigo? “Até nosso lixo é um luxo”…

Atraída pelo tema, procurei mais informações e  Angela me apresentou os professores alemães que vieram participar do evento. Conversa vai, conversa vem, o contato acabou gerando uma programação extra na atribulada agenda dos mestres europeus. Tive o prazer de guia-los  num tour  pela Cidade do Samba apresentando-lhes nossa “fábrica de sonhos”.

Não precisa dizer que, mais uma vez, o carnavalesco Cid Carvalho, este ano desenvolvendo o enredo “Agora chegou a vez, vou Cantar: Mulher de Mangueira, Mulher Brasileira Em Primeiro Lugar!” na verde e rosa, gentilmente abriu para os professores um novo olhar sobre nossa festa ao recepcionar-nos no barracão da Cidade do Samba.

Cid permitiu que fizéssemos uma visita ao complexo em que pude apresentar aos professores de design Petra Kellner e Peter Eckert, o vice-presidente da Universidade de Arte e Design de Offenbach, e ao fotógrafo Werner Lorke, o processo de criação e as etapas de produção do enredo de 2015.

Como isso foi feito? Em inglês! E quer saber? Nunca fiquei tão satisfeita por ter escolhido num trabalhos que apresentei na cadeira de Gestão de Escola de Samba, da professora Nilcemar Nogueira, na Faculdade de Gestão Carnavalesca, na Estácio de Sá, o tema “Barracão de Sonhos, Fábrica de Carnaval”. Afinal, vem dali o interesse pela a pesquisa fotográfica que tenho realizado nos últimos anos sobre a espacialidade da Cidade do Samba.

Foi dele que pesquei as informações que repassei de memória para os especialistas em design enquanto percorríamos o barracão da Mangueira.

Depois fizemos um giro pela área central da Cidade do Samba onde eles tiveram a oportunidade de explorar mais livremente diversos tipos de equipamentos, como alegorias antigas e chassis que estavam do lado de fora dos demais barracões. O barracão guarda segredos impenetráveis do que será apresentado no desfile de Carnaval, lembra? Portanto, nada de fotos e registros comprometedores no seu interior…

Já no final do passeio cruzamos com Renato Almeida, presidente da São Clemente. Renatinho nos convidou a fazer um “raid” no barracão clementiano, onde está sendo preparado, pela carnavalesca mais premiada do Sambódromo, Rosa Magalhães, o enredo “A incrível história do homem que só tinha medo da Matinta Perera, da tocandira e da onça pé de boi” sobre o genial Fernando Pamplona. Foi uma aula sobre o ícone do carnaval carioca.

É claro que eles ficaram  muito impressionados pelo processo produtivo do carnaval do Grupo Especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro. Entre os milhões de detalhes e informações chamou a atenção o carinho, a dedicação e a alegria dos trabalhadores dos barracões que não pouparam esforços para mostrarem, com muito orgulho, o capricho do trabalho espetacular feito pelo povo do carnaval.

Em nome dos visitantes – e no meu também, que tive o privilégio de guiá-los, agradeço  a receptividade e a calorosa acolhida que tivemos!

*Valéria del Cueto é jornalista, fotógrafa e gestora de carnaval. Essa crônica faz parte da série “É carnaval”, do SEM   FIM…  delcueto.wordpress.com

GRAVATA 

Impressionados pelo processo produtivo carnavalesco chamou a atenção dos professores alemães a alegria dos trabalhadores, orgulho do povo do carnaval.

ILUSTRADO TER A A S BADO     NOVEMBRO  2009

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s